[Rally] Sul-americano de Rali: Palmeirinha conquistou o 3º lugar no Uruguai

"Esse ano não foi fácil, tivemos problemas em todas as provas que disputamos no sul-americano de velocidade e nem chegávamos a correr nos domingos. Já voltávamos para casa no sábado a noite! E aqui no Uruguai quase não foi diferente. Na última Especial do sábado, quebrou nosso diferencial traseiro e nos arrastamos até o parque de assistência. Já estava ligando para São Paulo para antecipar minha passagem aérea, mas nosso chefe de carros, o "Negão", se virou, arrumou um diferencial em uma equipe amiga nossa e junto com o Lessi, outro mecânico, deram nó em pingod'água e arrumaram o carro a tempo de podermos continuar! Esse pódio nós dedicamos a eles!", contou Nobre.

Além do susto enfrentado no sábado com a falha do diferencial de seu Mitsubishi Lancer Evo IX, Palmeirinha ainda teve de lutar contra o longo período em que ficou afastado das competições de rali de velocidade para se dedicar ao Campeonato Mundial de Rali Cross Country, no qual foi o 4º colocado ao final da competição. "Rali de Velocidade tem uma característica igual a do golf! Você tem que praticar com freqüência para fazer direito porque senão só faz lambança! Não corria esse tipo de rali desde junho. Estava totalmente “enferrujado”, deu até vergonha da falta de intimidade que eu estava com o carro! Já no domingo, andamos bem melhor, mas falta muito para eu conseguir brigar na ponta com as feras paraguaias e argentinas", admite o piloto que terminou a temporada na 5ª colocação, com 23 pontos.

A vitória na categoria A8 e na classificação geral da prova ficou com a dupla argentina Roberto Sanchez/Edgardo Galindo, apenas 0s8 a frente dos paraguaios Alejandro Galanti/Marcelo Toyotoshi. Sanchez/Galindo também ficaram com o título do torneio pela A8. Na categoria N2, o piloto brasileiro Marfiso Menezes foi o campeão após conquistar o 2º lugar no Rally do Atlântico. Sua mãe, Jane Menezes já havia conquistado o título entre os navegadores na etapa anterior. A outra dupla brasileira que participou da prova, competindo pela A6, Fernando Mello/Fernando Toshi abandonou a competição no sábado.

Agora Palmeirinha inicia os preparativos para o Rally Lisboa-Dakar 2008, com início marcado para o dia 6 de janeiro. Esta será a terceira participação do brasileiro no maior rali off-road do mundo.

Os principais colocados nas categorias que contavam com duplas brasileiras foram:
Categoria A8
1º Roberto Sanchez/Edgardo Galindo (Argentina – Subaru Impreza), 1h26min53s5
2º Alejandro Galanti/Marcelo Toyotoshi (Paraguai – Toyota Corolla), 1h26min54s3
3º Paulo Nobre/Edu Paula (Brasil – Mitsubishi Lancer), 1h38min18s2

Categoria N2
1º Marcelo Bermudez/Juan Casella (Uruguai – Vw Gol), 1h52min03s6
2º Marfiso Menezes/Jane Menezes (Brasil – Fiat Palio), 1h52min08s5
3º Gusman Consentino/Carlos Velasquez (Uruguai – Vw Gol), 1h55min46s4

RTF Comunicação
Rodrigo Favoretto

Crédito: Aricio Filho/RTF

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest