Navegadora vira pilota em treino de rali

O domingo, 30, foi diferente para a navegadora Natasha Pedot, que
integra a equipe Solimann Racing (Solimann Empreendimentos). Durante o
Training Day, trabalho oficial de treinos que integra o calendário de
eventos do Rally Internacional de Erechim, ela deixou o banco da
direita e foi para a esquerda, passando a pilotar o Ford KA da equipe.

E como navegadora teve outra mulher, a amiga Bruna Giaretta. A
intenção foi conhecer um pouco mais da função de piloto. “O treino foi
de grande valia para mim. Andar pela primeira vez pilotando um carro
de rali me fez ver a prova de um ângulo bem diferente, de modo que vai
me ajudar muito a melhorar a navegação, uma vez que percebi o quão
importante são alguns detalhes na hora em que o piloto tem que decidir
a forma com que vai acelerar no trecho. Me arrisco até em dizer que
todo o navegador, após uma temporada navegando, deveria fazer um
treino ou uma prova pilotando, pois é uma experiência muito
importante, que só tem a melhorar a navegação em prova”, salienta
Natasha.

Por compromissos profissionais, ela não está competindo no Campeonato
Brasileiro de Rali de Velocidade, onde o piloto, Fernando Solimann
assume o posto e tem ao lado Cristiano Beus. Mas Natasha voltará a
competir na etapa de abertura do Gaúcho, no dia 26 de abril, ao lado
de Fernando, em Severiano de Almeida.

A meta da equipe é conseguir fazer uma boa temporada no Estadual. Este
ano, pela primeira vez a Solimann Racing está competindo também em
toda a temporada do Brasileiro. No Estadual, a dupla andará com o Ford
KA na categoria RC5 – carros de tração 4×2 e motor de até 1.600 cc.

Sobre o treino em Áurea, Natasha parabenizou ainda os organizadores e
agradeceu a equipe Solimann Racing. “Importante parabenizar a
organização do Training Day, Eaec e o Edgar Marsarotto Jr pela
competência e seriedade com que trataram o evento. Quero também
agradecer ao meu piloto oficial, Fernando Solimann por ter confiado em
mim, me entregando o carro, e à minha navegadora Bruna Giaretta pela
parceria e coragem. O treino foi uma experiência importantíssima e que
me fez gostar ainda mais do rali, não me importando mais se estarei no
banco do piloto ou navegador”, conclui Natasha.

Edson Castro
Prime Comunicação – Assessoria de Imprensa Solimann Racing

Pin It on Pinterest