Soltando o leão Peugeot apresenta a máquina para o Dakar 2015

Três semanas depois de anunciar a volta ao Rally Dakar, a Peugeot
apresentou o carro com o qual disputará a edição de 2015 da prova fora
de estrada mais perigosa do planeta. Após 25 anos ausente da maratona
off road, a montadora francesa, campeã por quatro anos seguidos, entre
1987 e 1990, montou um timaço com Carlos Sainz e Cyril Despres ao
volante do 2008 DKR.

Após muitos estudos e análises, a equipe francesa conseguiu chegar a
um carro com visual bonito e agressivo, que remete aos modelos de rua
da Peugeot. “A principal dificuldade foi adaptar o estilo das linhas
do modelo 2008 às necessidades técnicas e os terrenos que estes carros
vão enfrentar durante os cerca de 10 mil km de prova. Tínhamos duas
opções: uma era pegar uma carroceria do 2008 e adaptá-la, ou fazer um
desenho inspirado no modelo e fazer o design que atenda às
necessidades que esta máquina terá pela frente. Finalmente, escolhemos
a segunda opção”, garante Giovanni Rizzo, responsável pelo design
externo do 2008.

Outro ponto decisivo para a equipe técnica foi optar sobre o tipo de
transmissão usado no modelo: em duas ou nas quatro rodas. Esta escolha
influenciou o design do carro em áreas específicas. “Fizemos uma
análise detalhada do que já existe nas provas de rali e ponderamos as
diferentes soluções. No fim, optamos por uma abordagem um pouco
diferente com relação à concorrência. Dada a capacidade off-road da
transmissão em duas rodas e sua habilidade para percorrer terrenos de
areia, está foi a nossa escolha. Isso nos permitiu colocar rodas
maiores (com aro de 37 polegadas de diâmetro) e nos beneficiar de um
curso de suspensão mais amplo”, explica Jean-Christophe Pailler, líder
do projeto na Peugeot Sports.

Para Carlos Sainz, bicampeão mundial de rali de velocidade (WRC) e
campeão do Rally Dakar em 2010, o carro promete quebrar paradigmas. “A
filosofia por trás do 2008 DKR marca uma quebra radical e um grande
número de novas ideias. O resultado final é diferente de qualquer
carro com tração em duas rodas já feito, pois ficou muito compacto, o
que é bom. Depois de fazer os últimos dois Dakar com um carro de
tração em duas rodas, estou convencido de que com esta solução se pode
vencer o rali. Tudo bem que demanda um carro projetado com muito
cuidado e atenção para ser confiável em todos os diferentes tipos de
terrenos percorridos durante a prova, mas sei que a Peugeot Sport tem
o conhecimento, tecnologia e vontade necessários para superar todas
estas dificuldades”, afirma o espanhol.

O que está por baixo da juba deste leão faminto por vitórias continua
sendo segredo, mas o design de tirar o fôlego já está fazendo barulho,
mesmo antes de o 2008 DKR começar a levantar poeira com as cores
definitivas com as quais disputará o Dakar, no ano que vem.

FOTOS: Flavien Duhamel / Red Bull Content Pool
RED BULL COMMUNICATIONS: Leonardo Murgel

Pin It on Pinterest