Equipe Mitsubishi Petrobras sobe uma posição faltando dois dias para o fim do Rally Dakar

243626_468393_306_dk15_victoreleuterio_100533_altaNo 11º dia de Rally Dakar, a Equipe Mitsubishi Petrobras ganha mais uma posição na classificação. Carlos Sousa e Paulo Fiuza terminam o dia em 8º e sobem para a 8ª colocação na geral. O trecho cronometrado de hoje teve 194 quilômetros por estradas argentinas.

“Fizemos uma bela especial, o carro estava impecável e não tivemos problemas. Estamos contentes de estar aqui nesse momento, na reta final.”, comemora Carlos. “Como já havíamos previsto, não teremos muita diferença entre os tempos, as posições já estão praticamente definidas. Agora é torcer para que tudo dê certo e ficar atento para qualquer anomalia”, afirma.

O trecho de hoje foi entre as cidades de Salta e Termas de Rio Hondo, com um total de 520 quilômetros. A cidade respira automobilismo e a chegada acontece no autódromo que recebeu o Mundial de Moto GP no ano passado.

“Faltam apenas duas para terminar. E hoje foi uma etapa do nosso tipo, com trechos rápidos, curvas fechadas e paisagens maravilhosas”, garante Paulo. “É sempre bom voltarmos à Argentina e ver o público nos apoiando durante todo o trecho, na chegada e nos acampamentos. Eles ficam agitando as camisetas como se fossem bandeiras, é fantástico”, disse.

“Essas duas especiais são as mais complicadas. Até chegarmos em Buenos Aires é atenção total. Só depois disso vamos relaxar”, afirma o navegador.

Etapa 12 – 16 de janeiro
Termas de Rio Hondo / Rosario (ARG)
Deslocamento: 726 km
Especial: 298 km
Total: 1.024 km

Este será o maior dia do Rally Dakar 2015 e um dos maiores da história da prova. Serão 1.024 quilômetros, mas com uma especial curta, de 298 km. O penúltimo dia reserva surpresas, com uma vegetação típica da região e que exige muitos cuidados com o ASX Racing.

Pin It on Pinterest